Apolônio de Carvalho - 100 Anos

Datashow de Imagens

  • ECOCUT elege nova Direcao

    ECOCUT elege nova Direcao

  • Formacao ECOCUT

    Formacao ECOCUT

  • 11 CONCUT - Sao Paulo

    11 CONCUT - Sao Paulo

  • ECOCUT participa de oficina sobre os territorios

    ECOCUT participa de oficina sobre os territorios

  • Curso de Negociacao Coletiva - MII

    Curso de Negociacao Coletiva - MII

  • Curso de ORSB da CUT/GO

    Curso de ORSB da CUT/GO

  • 11 CONCUT - Sao Paulo

    11 CONCUT - Sao Paulo

Economia Solidária foi tema de curso em Mato Grosso do Sul

Entre os dias 23 e 25 de outubro aconteceu na Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul (Fetems), em Campo Grande, o 1° Curso Estadual de Formação de Formadores em Economia Solidária. A atividade, promovida pelo Projeto Rede de Centros de Formação em Economia Solidária do Centro Oeste (Rede CFES-CO),  foi executada pela Escola Centro-Oeste de Formação da CUT Apolônio de Carvalho (ECO/CUT), que tem como coordenadora geral Sueli Veiga Melo. 

Participaram mais 40 pessoas entre educadores, gestores públicos, catadores, estudantes, entidades de apoio e fomento, empreendimentos econômicos solidários e coletivos ou núcleos de base vindos de diversas cidades do interior e da capital.

O curso já aconteceu no Distrito Federal, Goiás e Mato Grosso. "A economia solidária é um movimento social direcionado à prática do associativismo e cooperativismo. Nessa perspectiva é uma construção social inerente aos processos de trabalho baseados na autogestão. A formação é elemento fundamental para viabilizar iniciativas econômicas solidárias, para ampliação da cidadania ativa, do processo democrático e ético de transformação das relações sociais, como base de um novo modelo de desenvolvimento”, explica Sueli. 

Em Mato Grosso do Sul a Economia Solidária está presente em aproximadamente 35 municípios, englobando cerca de 200 empreendimentos. “Cada iniciativa mantém as suas particularidades, alguns possuem ênfase no trabalho artesanal, outros no cultural ou no rural, dependendo da realidade de cada um”, disse Sueli.

Mapeamento

O mapeamento do setor realizado pela Secretaria Nacional de Economia Solidária (Senaes) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) no ano de 2007 revela um crescimento significativo dessa modalidade econômica, alcançando, no País, um total de 2.859 mil empreendimentos com característica solidária.

Destes, 48% são empreendimentos rurais; 35% urbanos e 17% urbanos/rurais. Sendo que, destes empreendimentos, 68% dos têm dificuldade na comercialização da produção; 53% tem dificuldade de acesso ao crédito e 27%, tem como desafio a falta de apoio, assistência e formação. 

"Um curso como esse é um convite a vivenciar uma proposta de mudança de dentro pra fora, desconstruindo e reconstruindo visões, saberes e valores na busca e prática de experiências e referências que orientem a execução da outra economia que já acontece em todo o Brasil e cada vez mais em nosso Estado", pontua Rodrigo dos Santos Nantes, assessor pedagógico da Rede CFES-CO\MS.