Apolônio de Carvalho - 100 Anos

Datashow de Imagens

  • ECOCUT elege nova Direcao

    ECOCUT elege nova Direcao

  • Formacao ECOCUT

    Formacao ECOCUT

  • 11 CONCUT - Sao Paulo

    11 CONCUT - Sao Paulo

  • ECOCUT participa de oficina sobre os territorios

    ECOCUT participa de oficina sobre os territorios

  • Curso de Negociacao Coletiva - MII

    Curso de Negociacao Coletiva - MII

  • Curso de ORSB da CUT/GO

    Curso de ORSB da CUT/GO

  • 11 CONCUT - Sao Paulo

    11 CONCUT - Sao Paulo

Vem aí o 2º módulo do curso do Sinpro-DF

 

Entre 26 e 28 de setembro, a Escola Centro-Oeste de Formação Sindical da CUT Apolônio de Carvalho (ECO/CUT) vai ministrar na Pousada Arvoredo, em Aparecida de Goiânia (GO), o 2º módulo do Programa de Formação do Sindicato dos Professores do Distrito Federal (Sinpro-DF). 

Consciente de que potencializar a ação sindical na base é fundamental para otimizar a atuação dos seus representantes, o Sinpro-DF tem investido incansavelmente em formação, tanto que esta é a 18ª turma desse curso.

Neste módulo, os educadores da ECO/CUT vão trabalhar os temas O Sujeito e a Sociedade e A Organização da Sociedade e a Economia Política", abordando também meio ambiente, modos de produção e identidade cultural.

Reflexão

"Nosso objetivo é fazer uma reflexão sobre a relação homem-natureza, através de suas construções e desconstruções sociais e econômicas, que comprometem o desenvolvimento humano e o desejável desenvolvimento sustentável", pontua o educador Jodat Fernandes Jawabri.

Para tanto é preciso analisar as formas de organização da sociedade através dos tempos, passando pela produção social, política e econômica. 

"Vamos apresentar as fundamentações teóricas e metodológicas para o enfrentamento qualificado no movimento sindical e popular", completa o também educador Cesar Augusto Azevedo, o Cesinha.

Daí que é necessário conhecer a evolução do pensamento econômico, passando pela compreensão das economias clássica, liberal, neoclássica e neoliberal, expondo a concepção marxista de economia política.

Para a coordenadora geral da ECO/CUT, Sueli Veiga Melo, esse curso possibilita que os trabalhadores(as) se reconheçam como sujeitos históricos e tenham uma visão crítica da realidade concreta, das relações sociais e do mundo em que estão inseridos. "É por isso que a programação contempla ainda as mídias e a disputa de hegemonia. Para entender a correlação de forças existente", esclarece.